.CAMÉLIAS - Flores de Inverno

Clique na imagem e visite o novo "Site" sobre Camélias.

Quarta-feira, 2 de Setembro de 2009

99 - C. Japónica CARA MIA

 

 

 

 

 

 


Micael às 20:57
link do post | COMENTAR | favorito
11 comentários:
De sandra Braconnot a 4 de Julho de 2010 às 15:31
Oi Michael,

Sou Sandra Braconnot, jornalista e editora do Portall das Flores. Encontrei uma resposta sua sobre a camélia em um blog. Eu estou fazendo uma matéria sobre essa flor e esbarrei numa dúvida que talvez, creio, você possa me esclarecer.
Contando com a sua prestatividade, já encaminho a pergunta.

Conversando há uns dez anos com um produtor de camélias aqui do Rio, ele me contou que contratava meninos para retirar as camélias secas dos pés explicando que as camélias, enquanto plantadas, não se desprendem do ganho e secam presas. Para que outras flores venham a nascer naquele galho, é necessário retirar manualmente a flor murcha. Hoje, entretanto, encontrei uma foto de um pé de camélia cor de rosa cheias de flores de camélias no chão.
Pergunto a camélia cai ou seca presa ao galho?
Pode me ajudar a esclarecer?
Grata desde já



De Zininha a 12 de Outubro de 2009 às 20:42
Lindas... parece até que seu blog é perfumado.


De ricardo de paula a 2 de Outubro de 2009 às 19:11
Por favor,

Procuro por sementes de camélias brancas. Você sabe onde posso comprá-las pela internet? Em Brasília não as encontro.

Grato,

Ricardo


De Micael a 2 de Outubro de 2009 às 22:48
Caro Ricardo
Obrigado pela sua visita.

A reprodução por semente não é eficaz. Demora muito a florir (8 a 10 anos) e não reproduz a planta mãe (de origem).

A maior parte das plantas provenientes das sementes, são flores singelas. Não tem garantias nenhumas... de obter uma camélia branca específica.

Os produtores usam as sementes apenas para porte-encherto (reprodução por garfo de outras variedades de camélias).

As nossas camélias são reproduzidas por enchertos aéreos ou adquiridas em viveiros especializados na reprodução de Camélias.

Só a Camélia Sinensis (a camélia do Chá) pode ser reproduzida por semente. A flor é muito pequena e branca (veja o post nº 57).
Julgo que o elucidei.

Escreva, se precisar de mais algum esclarecimento.

Um abraço e um bom fim de semana.

Micael


De Ricardo a 7 de Outubro de 2009 às 17:38
Srs,

Como posso então adquirir uma muda de camélia branca? Vocês enviam para o DF?

Grato


De Micael a 27 de Outubro de 2009 às 21:35
Caro Ricardo

Peço desculpa por só lhe responder agora.
Tenho este meu blog "parado" em virtude das Camélias serem flores de Inverno.

As primeiras, as Camélias Sasanquas, começaram já a florir tímidamente. Mas tem estado um clima ainda quente para elas.
As restantes espécies surgem com força a partir, principalmente, de Janeiro. Só nessa altura é que poderei, verdadeiramente, inserir mais camélias nossas no blog.
Até lá, vou colocando outras flores num outro blog que tenho: http://monte-de-esqueiros.blogs.sapo.pt

Quanto às camélias (brancas) para adquirir em Portugal, é um pouco difícil. Os pequenos produtores limitam-se a vender os vasos e nós temos que ver as flores... Não as têm classificadas e não mandam para nenhum lado devido ao controlo fitossanitário que é muito exigente aqui.

Há um bom viveiro francês (um pouco careiro) onde possivelmente poderá adquiri-las.
Mas atenção que terá que solicitar licença aos serviços fitosanitários do Brasil para entrar no seu país e desalfandegá-las. Eles enviam as plantas com raíz nua pelo que não poderão estar muito tempo assim.
Aqui vai o "site" deles:
http://www.thoby.com/

Na Galiza, em Espanha também há um bom viveiro mas eles não exportam. Somos nós que temos de lá ir.

Se fosse ao Brasil levava-lhe uma, mas é tudo muio longe!..

Eu e a minha cara metade temos camélias mas são de colecção particular. Não produzimos para vender e só temos uma ou duas de cada variedade.

No Brasil, no Sul, que tem um clima mais fresco não as encontrará?

Dê notícias e se precisar mais alguma informação esteja à vontade. É com prazer.

Um abraço


De maria neto a 12 de Janeiro de 2015 às 11:05
Existem cerca de 375 variedades de camélias portuguesas muitas das quais são vendidas em hortos no Porto ,a cidade das camélias, bem como em muitos outros hortos, no norte e centro do país.Além das camélias criadas em Portugal, pode encontrar-se um elevado número de variedades conhecidas a nível internacional,nos muitos hortos existentes no país.


De Micael a 17 de Janeiro de 2015 às 22:51
Agradeço o seu comentário.
Uma vez que conhece hortos no Porto que vende camélias devidamente classificadas (em especial as chamadas portuguesas) gostaria que me informasse onde se localizam(?!..)
Nos viveiros que conheço aqui, no norte de Portugal e no Porto (são vários), nunca encontrei camélias devidamente catalogadas. Já comprei algumas em que me garantiam que se tratava de determinada camélia e depois quando floria... era outra totalmente diferente..
Se conhece como diz hortos com camélias devidamente classificadas fico grato pela informação.


De Jorge Garrido a 18 de Julho de 2010 às 17:15
Atenção ao bom português! Diz-se enxerto e não encherto.
Fora isso...o blog é interessante.

Cumprimentos.


De Micael a 19 de Julho de 2010 às 23:18
Obrigado pela observação. Acontece o que não devia acontecer... Fiquei admirado com o seu reparo, pois nem quis acreditar que cometi um erro de palmatória! Comente sempre.
Saudações.


De chinha a 4 de Setembro de 2009 às 10:42

Tens realmente flores belas e fotos maravilhosas.

Adorei

bjinhos


Comentar post

.MADEIRA - Porto da Cruz

.NEVE no nosso Jardim

.sobre nós

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
28
29
30


.posts recentes

. CONGRESSO 2018

. CAMÉLIAS EM GUMARÃES

. EXPOSIÇÃO DE CAMÉLIAS - V...

. CAMÉLIAS EM CELORICO DE B...

. XIV FESTA INTERNACIONAL D...

. CONCURSO EXPOSICIÓN INERN...

. EXPOSIÇÃO DE CAMÉLIAS - S...

. EXPOSIÇÃO DE CAMÉLIAS - P...

. XXII EXPOSIÇÃO DE CAMÉLIA...

. CAMÉLIAS EM VILA DO CONDE

. Exposição de Camélias - L...

. III Festival de Camélias ...

. XVII Certame da Camelia

. VIII Festival Internacion...

. XV EXPOSIÇÃO DE CAMÉLIAS ...

. XIII Mostra da Camélia em...

. Calendário de Exposições ...

. Calendário de Exposições ...

. II Mostra da Camelia - TU...

. 131 - C. Híbrida BABY BEA...

.arquivos

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Agosto 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Outubro 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Julho 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

.tags

. todas as tags

.links

arturmicael

.OS MEUS BLOGS

O Nosso Jardim

Ilha da Madeira

.subscrever feeds

.VISITAS